domingo, março 06, 2005

A Asma

O que é a Asma?

A asma é uma doença inflamatória muito frequente no nosso país. Trata-se de uma doença que se deve principalmente a três factores:

– Inflamação da parede brônquica;
– Contracção dos músculos das paredes dos brônquios;
– Aumento das secreções no interior dos pequenos brônquios.

Estes três factores estão ligados a um aumento da reactividade brônquica, e lavam a uma dificuldade da passagem de ar, quer na entrada quer sobretudo na saída.
A asma tem duas fases que condicionam o seu tratamento, uma inflamatória (tardia) e outra aguda (imediata).

Causas:

– Ácaros
– Tabaco
– Pêlos e penas de animais
– Pólen
– O contacto com poeiras domesticas
– Baratas
– Humidade e Bolor
– Constipações
– Mudanças de Temperatura
– Riso e Choro descontrolado
– Poluição

– Exercício Físico
– Ingestão de alguns alimentos ou medicamentos
– Produtos Químicos

Sinais e sintomas

– Pieira (sons similares ao ronronar dos gatinhos)
– Pieira recorrente;
– Tosse com agravamento nocturno;
– Dificuldade respiratória recorrente;
– Aperto torácico recorrente;
– Extremidades dos dedos e lábios arroxeados (cianose).

Os sintomas podem aparecer a qualquer momento do dia mas tende a predominar de manhã ou a noite.

quarta-feira, março 02, 2005

“Más notícias podem mesmo partir o coração”

Uma equipa da Universidade de Johns Hopkins afirma, num artigo publicado da revista “New England Journal of Medicine”, que as más notícias, como a morte de uma pessoa chegada ou o fim de uma relação, ou o choque de nos vermos envolvidos num assalto à mão armada, por exemplo, fazem com que ocorra uma libertação exagerada de hormonas de stress, como a adrenalina, que podem ser prejudiciais ao coração. Os sintomas podem mesmo assemelhar-se ao início de um ataque cardíaco e podem durar dias. Depois passam como se nada tivesse acontecido, dizem. Os médicos chamam-lhe “síndroma do coração partido”.
O estudo baseou-se na análise de 19 casos de pacientes que deram entrada no hospital com sintomas de ataque cardíaco, como dores no peito, acumulação de líquido no pulmão, falta de ar e batimentos cardíacos irregulares, após terem recebido, algumas horas antes, notícias que de alguma forma os chocaram.
Quando os pacientes, a sua maioria mulheres de idade avançada, eram observados, os médicos verificavam que não existia nenhum bloqueio de nenhuma artéria envolvida no fornecimento de sangue ao coração ou outros sinais que justificassem tais sintomas. O único aspecto anormal que os médicos detectaram nestes pacientes foram níveis muito elevados, no sangue, de hormonas libertadas pelo stress, como a adrenalina e noradrenalina, qualquer coisa entre sete a 34 vezes mais presença destas hormonas do que em casos efectivos de ataques cardíacos. Observaram também a presença de uma substância, um péptido, que se encontra no organismo quando o músculo cardíaco está em esforço excessivo. Mas todos os ecocardiogramas e electrocardiogramas efectuados eram de corações saudáveis.
Os cientistas avançam com algumas explicações possíveis, mas não sabem ao certo qual a causa deste síndroma do coração partido. Talvez a produção anormal destes químicos faça com que algumas artérias do coração sofram espasmos violentos. Ou talvez estas hormonas tenham um efeito tóxico no coração. Ou pode ser que haja uma produção exagerada de cálcio que afecte temporariamente o coração. Os investigadores querem agora continuar com o estudo para saberem mais sobre isto.

(Ana Machado)

segunda-feira, fevereiro 28, 2005

Hipertensão Arterial ou Pressão Arterial:


O que é?

A Hipertensão Arterial (HTA) é um factor de risco para a doença cardiovascular, que surge normalmente, entre os 30 e os 50 anos de idade, e que é a principal causa de incapacidade e de morte em Portugal.
A Hipertensão Arterial é a pressão arterial acima de 140x 90 mmHg (milímetros de mercúrio) em adultos com mais de 18 anos, medida em repouso de 15 minutos.
Podem ocorrer elevações ocasionais da pressão arterial devido a exercício físico, nervosismo, preocupações, alimentos, álcool, café, fumo e drogas.

As causas da Hipertensão Arterial

Hipertensão essencial

v A maioria das vezes a Hipertensão Arterial não tem causa aparente, por isso é designada por essencial;
v Hoje pensa-se que a Hipertensão Arterial é devida a uma combinação de factores hereditários e estilos de vida menos correctos;
v Na prevenção do aparecimento das complicações cardiovasculares é fundamental o controle de factores de risco como o sedentarismo, obesidade, álcool e tabaco;

Hipertensão Arterial Secundária

v Embora as causas da Hipertensão Secundária sejam relativamente raras, têm grande importância, porque podem ser potencialmente curáveis.

sábado, fevereiro 26, 2005

Cancro da Mama – Auto-exame pode salvar vidas

Apesar das mais recentes descobertas, a prevenção continua a ser a melhor arma para combater o cancro da mama. As probabilidades de cura variam consoante a rapidez com que o diagnóstico foi feito. Um auto-exame regular é aconselhável a partir dos 25 anos.

Como fazer o auto-exame

1. No duche
Levante o braço esquerdo. Com os dedos da mão direita pressione suavemente, mas sem dobrar os dedos, o peito esquerdo. Forme círculos à volta do peito, começando no ponto mais distante do mamilo e repetindo em círculos cada vez mais pequenos, ate chegar ao mamilo. Mantendo a mesma posição, verifique a axila esquerda à procura de algum caroço. Repita a operação não peito direito. As mãos ensaboadas tornam mais fácil a detecção de alguma anomalia.

2. Frente ao espelho

Com os braços caídos ao longo do corpo, comece por observar os peitos. De seguida, coloque as mãos na nuca e observe as diferenças entre as duas mamas, à procura de possíveis alterações de cor, tamanho, forma ou textura que possam parecer novas ou estranhas.

3. Deitada
Coloque uma almofada debaixo do ombro esquerdo e o braço esquerdo com a mão direita, seguindo os procedimentos descritos no passo 1, para detectar algum caroço ou inchaço. É normal sentir na parte inferior dos tecidos mais firmes. Pressione o mamilo entre os dedos indicador e polegar para verificar se existe alguma secreção. Repita a operação para o peito direito, invertendo a posição. Se detectar alguma anomalia, contacte imediatamente o seu médico.

Sinais de Alarme

O diagnóstico precoce, assim como o auto-exame, são fundamentais para detectar a doença a tempo. Contudo, caso se depare com um dos sinais de alarme não entre imediatamente em pânico. Grande parte das situações é benigna.
1. Nódulo mamário que pode ou não ser doloroso
2. Dor localizada sem a existência de nódulo
3. Caroço na axila
4. Secreção ou perda de sangue do mamilo
5. Alteração no contorno da mama
6.Mamilo deformado ou retraído em profundidade


(Sónia Ramalho)

E não se esqueça; a vida que pode estar a salvar, pode ser a sua!!!
Bom fim de semana para todos e... comentem muito!

sexta-feira, fevereiro 25, 2005

Boca limpa, coração saudável!

Sabia que escovar os dentes duas vezes ao dia não só evita cáries, como diminui o risco de problemas cardíacos?
Isto porque, segundo especialistas americanos, as bactérias da boca, que provocam problemas de gengivas, entram na corrente sanguínea e criam uma inflamação que vai obstruir as artérias.


Por isso toca a escovar os dentinhos!!!

quarta-feira, fevereiro 23, 2005

Obesidade, um problema de saude publica!

A obesidade constituiu uma doença cronica cuja prevalencia tem aumentado. Está associada a outras doenças cronicas, dado que o excesso de peso em individuos obesos aumenta o risco de Diabetes Mellitus tipo 2, de doença coronária, de hipertensao e de doença da vesicula biliar. Mesmo uma perda de peso pouco significativa diminui os factores de risco de algumas destas doenças.
A prevençao e o tratamento do excesso de peso e da obesidade constituem desafios clinicos.
Está desponivel um certo numero de tratamentos para a promoçao e manutençao da perda de peso em individuos com excesso de peso e obesos, incluindo terapeutica comportamental para alterar habitos alimentares, dietas de reduçao calorica, aumento da actividade fisica, terapeutica farmacologica e cirurgica. Os programas mais eficazes combinam uma certa dieta baixa em calorias, pelo menos 30 minutos diarios de actividade fisica moderada, e uma mudança dos comportamentos alimentares para o sucesso da terapeutica dietetica.
A terapeutica farmacologica para a perda de peso constitui um complemento eficaz para uma boa alimentaçao e exercicio fisico regualar. A cirurgia, hoje em dia muito usada, temos como exemplo a colocaçao de uma banda gastrica em pessoas com obesidade morbida, cuja terapeutica medica nao foi bem sucedida.
O diagnostico precoce e o tratamento adequado da obesidade, traz muitos beneficios para a pessoa. Alem de melhorar a imagem corporal, reduz os factores de risco de algumas doenças que podem levar á morte, tais como doenças cardiovasculares, hipertensao, diabetes mellitos entre outras.
Cada vez mais, existem pessoas com excesso de peso e até mesmo obesas, até as crianças quando nascem ja nascem com excesso de peso. Dai ser muito importante ensinar as maes a dar de comer aos seus filhos, para estes crescerem com habitos alimentares saudaveis e nao terem este tipo de problemas.

terça-feira, fevereiro 22, 2005

O sangue é doce?

É de reparar, que quando se está num espaço repleto de mosquitos, passado algum tempo observa-se transformações na pele, esta fica invadida por pequenos e vermelhos inchaços acompanhados de comichão generalizada. No entanto nem toda a gente é atingida. Provavelmente, ouve-se uma das respostas mais usadas nesta matéria. “Deves ter o sangue doce”. Obviamente não é a mais correcta. Até porque para testar a doçura de algo é preciso experimentar, ou neste caso, ter direito a uma picadela. Segundo uma investigação norte-americana, citada da Nature, a atracção fatal de um mosquito por uma pessoa não ocorre por causa do sabor do sangue mas por causa do cheiro do suor.
Uma equipa de investigadores das universidades de Vanderbilt e Yale verificou que as antenas dos mosquitos fêmeas anófeles, que atacam os seres humanos, contêm receptores que reagem a um dos compostos químicos encontrados no suor das potenciais vítimas. “Isto valida a nossa hipótese sobre o sistema olfactivo dos mosquitos - e outros insectos – que consiste numa disposição de diferentes receptores, cada um reagindo a uma reduzida escala de odores”, refere Laurence J. Zwiebel. professor associado de Biologia na Universidade de Vanderbilt, que participou no estudo.
Disfarçar o cheiro do suor (com repelentes ou outras estratégias pouco atractivas para os mosquitos) pode não ser fácil nem totalmente eficaz. A boa notícia é que, sabendo que os mosquitos se atraem por determinados cheiros, pode-se identificar os odores humanos específicos e os receptores da proteína que permitem que os mosquitos fêmeas identifiquem “o alvo”. Por outro lado, desta forma, será mais fácil procurar produtos químicos que afastem estes sensíveis insectos e que poderiam ter um papel fundamental na redução de mortes relacionadas com doenças, como a malária, o dengue, febres do Nilo, hemorrágicas ou amarelas, entre outras, desencadeadas por picadas de mosquitos perigosos.
Finalmente, sabendo quais os ingredientes que os atraem, percebemos também que para estes insectos há odores desagradáveis. Ou seja, que certas pessoas têm , repelentes naturais. “Não há nenhuma evidência que os mosquitos encontram algum repelente humano...” diz Zwiebel.
Estudos anteriores a esta investigação já mostraram que o suor do ser humano contém aproximadamente 350 compostos aromáticos diferentes, mas ainda há muita coisa por descobrir. Falta, por exemplo, avaliar as variações individuais nestes odores e as diferenças específicas entre os cheiros dos homens e das mulheres. Já se sabe que são apenas “elas”, as fêmeas mosquito, que sugam sangue dos “indefesos” seres humanos, ainda não se sabe quem são os mais sacrificados por estes ataques fatais: será que os mosquitos fêmeas gostam mais do cheiro das mulheres ou dos homens?